Breaking News
Loading...
Saturday, 23 June 2012

A 20ª edição de Festival Internacional de Curtas-Metragens de Vila do Conde será «a maior de sempre», disse a organização, durante a apresentação do evento, que se realiza de 7 a 15 de julho.  
«Teremos quantidade, qualidade, sendo que a apresentação de filmes portugueses vai rondar as 70 películas», sustentou Mário Micaelo, da organização, realçando que Vila do Conde será o «epicentro português da reflexão em torno do cinema e do audiovisual». Para assinalar duas décadas, o festival apresenta quatro filmes comissionados aos realizadores Thom Andresen, Helvécio Martins Jr, Sergei Loznitsa e Yann Gonzalez.
Para além da produção internacional, o Curtas dará enfase à obra nacional, através de quatro películas que foram encomendadas no âmbito do Campus/ Estaleiro, um projeto desenvolvido pela equipa deste festival.
Assim, Graça Castanheira, Luís Alves de Matos, Pedro Flores e João Canijo vão apresentar filmes realizados nesta região, facto que levou Dario Oliveira, também da organização do evento, a sublinhar que «a produção de cinema se deslocou para Norte».
Uma das peliculas a destacar é do realizador João Canijo que, através de «Obrigação», dá a conhecer as mulheres das Caxinas, uma comunidade piscatória de Vila do Conde. «É um documentário que nunca havia sido feito e que vai deixar marcas na cidade», frisou.
Stanley Kubrick também vai estar em destaque nesta edição, através de uma exposição denominada «Odisseia Kubrick», dedicada «ao universo e imaginário deste génio que deixou marcas em várias décadas de cinema», acrescentou Nuno Rodrigues.
Também Olivier Assayas, um dos mais importantes cineastas franceses, e Robert Todd, autor emergente dentro do panorama do cinema experimental, estarão presentes nesta 20ª edição do Curtas e darão uma «master class» em Vila do Conde.
Filmes concerto, com bandas como Black Bombaim e os Evols, uma performance do coletivo Metamkine e a ante-estreia de várias longas-metragens com a assinatura de realizadores como Apichatpong Weerasethakul, Nicolas Provost, Adrian Sitaru, Laurent Achard e Helvécio Martins Jr fazem parte da programação deste festival, que recebeu «mais de 3.000 curtas para concurso», sendo que «206 eram portuguesas», destacou Nuno Rodrigues.
O festival inclui ainda uma parceria com a Capital Europeia da Cultura (CEC) Guimarães 2012, que receberá uma retrospetiva do Curtas ao longo destes 20 anos.
Esta edição do festival de cinema de Vila do Conde ficou orçada em cerca de 470 mil euros, o que inclui apoios do Instituto do Cinema e do Audiovisual, Direção Geral das Artes, Câmara Municipal de Vila do Conde, entre outros organismos.

0 comments:

Post a Comment