Breaking News
Loading...
Monday, 9 July 2012

O 20º Curtas Vila do Conde - Festival Internacional de Cinema, arrancou no sábado no Teatro Municipal local para um edição com um número recorde de participações, escreve a agência Lusa.
O festival que decorre de 7 a 15 de julho vai ter 61 películas portuguesas em exibição e um total de 250 filmes, um número recorde que, segundo Mário Micaelo da organização, o torna no «epicentro português da reflexão em torno do cinema e do audiovisual».
Para assinalar duas décadas, o festival vai apresentar quatro filmes encomendados aos realizadores Thom Andresen, Helvécio Martins Jr, Sergei Loznitsa e Yann Gonzalez, sendo de destacar que a curta de Andersen é um documentário sobre o arquiteto Souto Moura.
O programa comemorativo inclui ainda uma exposição do espólio fotográfico dos festivais desde 1993, a exibição de um documentário de José Vieira Mendes sobre o Curtas e o lançamento de um livro com entrevistas a realizadores que foram passando pelo festival e com depoimentos de pessoas do cinema e da crítica.
Para além da produção internacional, o Curtas dará enfase a obras nacionais, através de quatro películas encomendadas no âmbito do Campus/Estaleiro, um projeto desenvolvido pela equipa deste festival.
Graça Castanheira, Luís Alves de Matos, Pedro Flores e João Canijo vão apresentar filmes realizados sendo que a deste último realizador, «Obrigação», dá a conhecer as mulheres das Caxinas, uma comunidade piscatória de Vila do Conde.
Stanley Kubrik será um realizador em destaque no festival com a exibição de algumas das suas curtas e filmes e do documentário «Stanley Kubrick - A Life in Pictures» , com a presença do seu realizador, Jan Harlan, mas muito especialmente com a exposição que irá ocupar a Solar - Galeria de Arte Cinemática, em que vários artistas plásticos exibirão obras que influenciadas pelo universo de Kubrik.
O outro nome em relevo será o do realizador Olivier Assayas, um dos nomes mais importantes do cinema francês contemporâneo, que estará no festival.
Filmes concerto, com bandas como Black Bombaim e os Evols, uma performance do coletivo Metamkine e a ante-estreia de várias longas-metragens com a assinatura de realizadores como Apichatpong Weerasethkul, Nicolas Provost, Adrian Sitaru, Laurent Achard e Helvécio Martins Jr fazem parte da programação deste festival, que recebeu mais de 3.000 curtas para concurso, 206 das quais eram portuguesas.

0 comments:

Post a Comment