Breaking News
Loading...
Tuesday, 24 July 2012


O realizador Tiago Pereira está a promover na Internet uma campanha de angariação de fundos para realizar, em colaboração com o músico alentejano Pedro Mestre, um documentário sobre a viola campaniça, um instrumento tradicional do Alentejo, escreve a agência Lusa.
Através da campanha, o realizador pretende angariar, até ao próximo dia 12 de outubro, nove mil euros para financiar as despesas de produção, realização, montagem e mistura do documentário «Cantam as filhas da Rosa» e o filme poder estrear ainda este ano, explica a Viola Campaniça Produções Culturais, em comunicado.
Os interessados em apoiar deverão fazer as suas doações, num mínimo de cinco euros, na Internet, através da plataforma de financiamento coletivo Massivemov.
Os apoiantes do projeto serão mencionados no genérico e está prevista a possibilidade de os que contribuírem com os montantes mais elevados poderem assistir à rodagem do documentário.
As doações serão devolvidas no caso de o projeto não conseguir reunir 80 por cento do valor pretendido.
Sem apoios institucionais e devido à «urgência em registar e compilar as práticas musicais» da viola campaniça, Tiago Pereira optou pelo crowdfunding, ou seja, financiamento coletivo, explica a Viola Campaniça Produções.
Desta forma, o realizador pretende «envolver a comunidade» na realização do documentário, «dando-lhe um papel ativo na salvaguarda do seu património».
O documentário «Cantam as filhas da Rosa» pretende «descobrir, recolher e transmitir a história da viola campaniça» e «dar a conhecer as práticas musicais e os contextos socioculturais de que foi e é ainda protagonista».
O documentário será realizado por Tiago Pereira, o trabalho de pesquisa no terreno está a ser feito por Pedro Mestre, que se tem dedicado à recuperação e à divulgação da viola campaniça, e algumas gravações já foram realizadas e podem ser vistas no site A música Portuguesa a gostar dela própria.
Fabricantes, estudiosos e tocadores de viola campaniça, «velhos, novos e reinventores da tradição», também serão «chamados» a participar no documentário, que pretender ser «um acervo audiovisual dedicado» ao instrumento e tão completo quanto possível.
Realizador, videasta, mentor e coordenador do sítio «A música Portuguesa a gostar dela própria», Tiago Pereira tem realizado filmes transdisciplinares sobre manifestações de cultura imaterial, como a música, rituais e performances.
Dos seus filmes, destacam-se os premiados «11 burros caem no estômago vazio», «Quem canta seus males espanta», «Sinfonia Imaterial», «Vamos tocar todos juntos para ouvirmos melhor» e «Não me importava morrer se houvesse guitarras no céu».

0 comments:

Post a Comment