Breaking News
Loading...
Tuesday, 27 November 2012

O 3º Festival de Cinema Português de Londres, que arrancou no domingo com uma sessão de quatro filmes sobre arquitetura, decorre até 8 de dezembro e conta com a presença de realizadores e protagonistas de obras exibidas, escreve a agência Lusa.
"Casa na Comporta", de João Salaviza, "Sem Título (SUN 2500)", de João Onofre, "Cromlech", de Julião Sarmento, e "Porto 1975", de Filipa César, foram projetados na Whitechapel Gallery, museu de arte contemporânea no leste da capital britânica, seguidos de uma apresentação da Trienal de Arquitetura de Lisboa 2013.
No sábado, o realizador Jake Auerbach e a pintora Paula Rego vão conversar com o público, após o visionamento no centro cultural Barbican do documentário "Paula Rego: Contar Histórias" (Paula Rego: Telling Tales), que acompanha a artista durante a exposição retrospetiva no Museu Rainha Sofia, em Madrid, em 2009, e no estúdio, em Londres.
A 1 de dezembro, o realizador João Salaviza, que recebeu esta segunda-feira o prémio Nuno Viegas Nascimento, da Fundação Bissaya Barreto, em Coimbra, vai apresentar as curtas "Arena", premiada com a Palma de Ouro no festival de Cannes, em 2009, "Rafa", que conquistou o Urso de Ouro no Festival de Berlim, este ano, e "Strokkur", concluído em 2011, apresentado este ano nos Rencontres Internationales de Paris, Berlim e Madrid, e que teve estreia nacional, em setembro, no ciclo Os Filmes Libertam a Cabeça, do Centro Cultural da Malaposta, em Odivelas.
A realizadora Susana Sousa Dias e Pilar del Rio estarão também presentes nas projeções, respetivamente a 4 e 7 de dezembro, dos documentários "48", da própria Susana Sousa Dias, e "José e Pilar", de Miguel Gonçalves Mendes, sobre o escritor José Saramago, ambos distinguidos internacionalmente.
O festival encerra a 8 de dezembro com o único filme de ficção do programa, "O Barão", de Edgar Pêra, cineasta que participará numa sessão de perguntas e respostas no final da projeção.

0 comments:

Post a Comment