Breaking News
Loading...
Wednesday, 7 November 2012

Dois filmes vão representar Portugal no IX Festival de Cinema Europeu - Euroscópio, na Venezuela, que contará com a exibição de 20 obras europeias em várias salas de cinema do país entre esta quarta-feira e 5 de dezembro, escreve a agência Lusa.
Num comunicado enviado à Lusa, a Embaixada de Portugal em Caracas (EPC) explica que os filmes a serem exibidos são «Vou Para Casa» (2001) de Manoel Oliveira e «Embargo» (2010) de António Ferreira, no âmbito do tema sugerido pela organização do festival que «foi o Ano Europeu do Envelhecimento Ativo e da Solidariedade entre Gerações».
«Foram escolhidos dois filmes de realizadores portugueses de gerações bem distintas: um filme do aclamado Manoel de Oliveira, que aos 103 anos de idade é atualmente o mais antigo realizador de cinema em atividade; e um filme de António Ferreira, que se insere numa nova vaga de realizadores portugueses, apresentando uma visão mais contemporânea do cinema», refere a nota.
Segundo a embaixada, o filme «Vou Para Casa» conta a «história de um ator de teatro parisiense que, aos 76 anos, vê a sua vida abalada por uma drama familiar e, simultaneamente, pelo inevitável fim da sua carreira profissional» e integrou a seleção oficial do Festival de Cannes (França) em 2001 e outros festivais internacionais, tendo sido premiado em São Paulo (Brasil), Munique (Alemanha) e Haifa (Israel).
O filme «Embargo» é a segunda longa-metragem de António Ferreira, uma «comédia dramática» inspirada numa obra do conhecido escritor José Saramago, que relata as desventuras de um vendedor de comida ambulante obstinado em comercializar uma máquina que ele próprio inventou.
O «Embargo» recebeu uma Menção Honrosa do júri internacional do Festival Fantasporto 2010 (Portugal) e integrou a seleção oficial do Festival de Montreal (Canadá) e de outros em Espanha, Estados Unidos, Brasil, Suécia, Itália, França, incluindo o Festival de Cinema Latino-americano e Caribenho de Margarita 2010 na Venezuela.
O documento explica ainda que o evento é organizado pela Delegação da União Europeia em Caracas, em colaboração com outros parceiros, e que Portugal tem marcado presença nesta iniciativa desde a sua primeira edição, em 2004, tendo em vista a promoção do cinema europeu na Venezuela.
A embaixada acrescenta que a participação portuguesa no Euroscópio 2012 conta com a colaboração do Instituto Camões e do Instituto do Cinema e do Audiovisual de Portugal e do Instituto Português de Cultura em Caracas.

0 comments:

Post a Comment