Breaking News
Loading...
Tuesday, 11 December 2012

"Django Libertado", "O Cavaleiro das Trevas Renasce", "Lincoln" e "Zero Dark Thirty" são quatro dos 10 filmes que o American Film Institute considerou como os melhores de 2012.
Desde o ano 2000 que o American Film Institute (AFI) escolhe anualmente os 10 melhores filmes de cada ano, com o objetivo de «reconhecer, preservar e honrar a excelência na imagem em movimento no século XXI». No ano seguinte, começou também a distinguir a televisão, que também tem direito a uma seleção das 10 melhores séries.
Com a lista de nomeados ao Óscar de Melhor Filme a poder ter até 10 nomeações, o Top 10 do AFI assume importância acrescida na previsão das escolhas da Academia de Ciências e Artes de Hollywood. Em 2010, por exemplo, nove dos 10 distinguidos pelo AFI foram também nomeados ao Óscar de Melhor Filme, em 2011, sete dos nomeados apareceram nos nove que integrou a lista final (sendo que "O Artista" não podia ser oficialmente escolhido por ser francês e surgiu numa categoria à parte).
Em 2012, a grande ausência parece ser "O Mentor", de Paul Thomas Anderson, mas também são notadas as falhas de "Decisão de Risco", de Robert Zemeckis, e "O Hobbit: Uma Viagem Inesperada", de Peter Jackson, em chegar ao Top 10.
Este ano, o colégio de artistas, historiadores e profissionais do AFI escolheu a seguinte dezena de filmes como os melhores de 2012, por ordem alfabética do título norte-americano:
«Argo»
«Beast of the Southern Wild»
«O Cavaleiro das Trevas Renasce»
«Django libertado»
«Os Miseráveis»
«A Vida de Pi»
«Lincoln»
«Moonrise Kingdom»
«Guia para um Final Feliz»
«Zero Dark Thiry»
 
Este ano, o colégio de 13 profissionais do AFI escolheu as seguintes 10 séries como as melhores de 2012, por ordem alfabética do título norte-americano:
«American Horror Story»
«Breaking Bad»
«Game Change»
«A Guerra dos Tronos»
«Girls»
«Homeland - Segurança Nacional»
«Louie»
«Mad Men»
«Uma Família Muito Moderna»
«The Walking Dead»

0 comments:

Post a Comment