Breaking News
Loading...
Tuesday, 11 December 2012

O realizador português Manoel de Oliveira festeja hoje o 104º aniversário, num ano em que estreou o filme "O gebo e a sombra", rodou uma curta-metragem em Guimarães e prepara duas novas obras.
Depois de um verão passado a recuperar de uma insuficiência cardíaca, Manoel de Oliveira cumpre um dia de aniversário em família.
Manoel de Oliveira, o mais velho realizador ainda em atividade, termina um ano que ficou marcado pela estreia do filme "O gebo e a sombra", que passou no festival de Veneza, e pela rodagem da curta-metragem "O conquistador conquistado", a convite de Guimarães Capital Europeia da Cultura.
Atualmente tem outros dois filmes em carteira, ambos em fase de captação de financiamento: "O velho do Restelo", inspirado em textos de Camões, Teixeira de Pascoaes e Cervantes, e "A igreja do diabo", a partir dos contos de Machado de Assis.
Manoel de Oliveira nasceu a 11 de dezembro de 1908 no Porto, embora o registo fixe a data de nascimento no dia seguinte.
Depois de uma participação num filme de Rino Lupo, em 1928, estreou o primeiro filme, a curta-metragem documental "Douro, faina fluvial" em 1931.
Nestes 80 anos de atividade cinematográfica, com algumas interrupções ainda durante o Estado Novo, Manoel de Oliveira fixou um percurso que é considerado fundamental na história do cinema português, nem sempre consensual, nem sempre compreendido pelo público, mas quase unanimemente elogiado pela crítica.
Muitos Parabéns!!

0 comments:

Post a Comment