Breaking News
Loading...
Sunday, 30 December 2012

O cineasta português Paulo Rocha, autor do filme "Os Verdes Anos" (1963), morreu este sábado, aos 77 anos. O funeral realiza-se na segunda-feira, às 15:00, na Igreja de S. João da Foz, no Porto, informa a Lusa.
Paulo Rocha estava hospitalizado num hospital privado da zona do Porto e «morreu esta manhã», segundo disse à Lusa uma familiar do realizador.
Com uma carreira de 50 anos, Paulo Rocha tinha acabado de fazer 77 anos, no dia 22 de dezembro.
"Mudar de Vida" (1966), "A Ilha dos Amores"(1982), "A Raiz do Coração" (2000) e "Vanitas" (2004) foram algumas das suas obras.
Depois de ter frequentado o curso de Direito, Paulo Rocha iniciou-se no cinema em Paris, para onde foi em 1959 estudar realização.
Quando concluiu o curso tornou-se assistente de realização do cineasta francês Jean Renoir. Ao regressar a Portugal foi assistente de Manoel de Oliveira em «Acto de Primavera», em 1963.
É também nesse ano que o realizador assina umas das mais importantes obras do cinema português, "Os Verdes Anos", tornando-se numa referência do Cinema Novo português.
De acordo com um comunicado da Servilusa - Agências Funerárias, o corpo do cineasta estará em câmara ardente a partir das 11:00 de domingo, dia 30 de dezembro, na Igreja de S. João da Foz, no Porto.
Na segunda-feira, pelas 15.00, terão início as exéquias fúnebres, seguindo o funeral para o cemitério do Prado do Repouso, também no Porto.

0 comments:

Post a Comment